Buscar
  • Confecção Uniformes

UNIFORMES PROFISSIONAIS: SEU GUIA COMPLETO



Breve História Sobre os Uniformes Profissionais


Muita gente não sabe, mas o uso dos uniformes profissionais tem uma história muito interessante. A sua utilização acontece desde o século XV por soldados do exército. Além de vestirem roupas com o mesmo padrão, os soldados também tinham em suas vestimentas estampas e símbolos que eram usados nas bandeiras, dessa forma, era fácil de visualizar em qual lado do combate eles estavam, podendo ver de longe quem eram os aliados e quem eram os inimigos durantes as guerras.


Desde então, o uso dos uniformes vem evoluindo e hoje eles existem de várias cores e formatos, sempre com o objetivo de identificar uma organização ou uma nação. Que tal descobrir um pouco mais sobre a história dos uniformes?


O uso dos uniformes nos esportes


O uso dos uniformes ficou muito conhecido por causa dos esportes. O fato de os jogadores terem que usar as mesmas roupas para mostrar que estão jogando no mesmo time serviu para mostrar que o uniforme pode ter uma função muito interessante. Outro fato sobre os uniformes dos jogadores, é que eles eram confeccionados em tecidos maleáveis e confortáveis, já que eles seriam usando para a prática de exercício físico.

Mas não foi sempre assim, e antes dos esportes se popularizarem, os próprios atletas precisavam investir nos seus uniformes. Nessa época (aproximadamente no ano de 1870) era preciso procurar um alfaiate para produzir as roupas, já que os esportes eram vistos como uma atividade de aristocratas.


O uso dos uniformes pelos profissionais da saúde


O cuidado com as roupas que os médicos deveriam usar só foi tido no século XIV, quando foi criado o jaleco, por causa da peste bubônica. Porém, diferente dos jalecos que vemos hoje em dia - que são brancos e causam impressão de assepsia e limpeza -, os uniformes daquela época eram escuros e podem ser encontrados em vários tons. Quanto mais sujo e escuro fosse o jaleco do médico, maior era o seu prestígio entre a população.

Os tons mais claros – em especial o branco -, só começaram a ser levados em consideração no século XIV, quando o fator limpeza se tornou parte da legislação médica. Fazendo essa reflexão sobre a história dos uniformes dos profissionais da saúde parece inacreditável o fato de que a limpeza não era considerada importante não é mesmo?

E aqui vai uma curiosidade interessante sobre como outros itens como os aventais, toucas e luvas foram inseridos nos uniformes dos médicos. A esposa de um médico chamado William Halsted tinha um sério problema com alergias nas palmas de suas mãos. Por ser enfermeira, o seu marido decidiu confeccionar luvas especiais para ela usar durante o tempo em que auxiliava as cirurgias. Depois de realizar várias cirurgias usando as luvas, a equipe médica pode notar que as pessoas operadas por ela tinham uma taxa de sobrevivência maior. E foi por isso que se começou a adotar o uso de luvas, toucas cirúrgicas e diversos outros itens que hoje fazem parte dos uniformes de médicos e enfermeiros de todo o mundo.


E você sabe que parte da história dos uniformes também esta relacionada com a moda?


Não é por acaso que atualmente todo tipo de uniforme passa pelo crivo da moda. E para demonstrar como a moda influenciou os modelos de uniformes atuais, basta pensar na camisa polo. Originalmente, ela foi criada para os tenistas, e atualmente ela é uma das peças de roupas mais solicitadas para a fabricação de uniformes.

E a camisa social também tem uma história que muita gente não conhece. Você sabia que a camisa social surgiu a partir da modelagem dos pijamas? Isso mesmo. O pijama era uma camisa sem punhos, sem colarinho e também sem bolsos, que a muito tempo atrás era utilizada com a intenção de não sujar os lençóis. Após a Primeira Guerra mundial foi criado o modelo de camisa social que conhecemos hoje em dia. A camisa social de cor branca foi a mais conhecida e continua sendo uma das cores mais procuradas quando o assunto é uniforme.


Modelos de uniformes: Veja algumas dicas para escolher o ideal para a sua empresa


Disponibilizar uniformes para as pessoas que trabalham dentro de uma organização é uma ótima maneira de padronizar as vestimentas e fazer com que a organização interna seja mais eficaz.

Além de criar um padrão e evitar possíveis problemas de utilização de roupas inadequadas no ambiente de trabalho, o uso do uniforme também serve para que a empresa seja reconhecida em outros ambientes e que sua marca seja lembrada.

Contudo, escolher o uniforme mais adequado para a empresa pode não ser uma tarefa muito simples. Características como qualidade, reconhecimento da empresa e outras questões devem ser levadas em consideração.

Mas é impossível negar que as empresas que optam por adotar uniformes para os seus funcionários passam uma imagem de profissionalismo e seriedade maior do que as empresas que preferem não usar uniformes.

Atualmente existem vários modelos de uniformes, e por isso decidimos levantar algumas dicas para te passar antes de você procurar uma loja de uniformes personalizados.

Confira abaixo algumas dicas importantes que você deve em mente antes de providenciar seus uniformes personalizados.


Dica número 1 – Escolha um uniforme de cor neutra


Muitas organizações tem uma logomarca que conta com cores fortes, e por isso na hora de escolher a cor do uniforme, também escolhem por cores mais vibrantes. Mas é preciso ter em mente que roupas em tons mais fortes tendem a desbotar mais rápido do que as demais. Dessa forma, a reposição do uniforme terá que ser feita em um período maior, para manter o padrão de cor escolhida.

O aconselhável é que seja escolhida uma cor neutra, dessa forma, os funcionários poderão usar o uniforme por mais tempo sem o prejuízo de perder a cor das roupas em um período curto de tempo.


Dica número 2 – Dê prioridade para os tecidos que não amassam


As fábricas de confecção de uniformas para empresas geralmente apresentam algumas opções de tecidos que não amassam com facilidade.

Essa pode ser uma boa opção para os funcionários, já que esse tecido tende a ser mais confortável e também carrega a vantagem de não ser preciso passa-lo a ferro.

Essa opção de tecido também dará mais agilidade no processo de lavagem e vai reduzir as chances de os funcionários não usarem o uniforme.


Dica número 3 – Faça uma avaliação do ambiente organizacional


Apesar de parecer uma dica óbvia, é importante ressaltar que o tipo de uniforme deve ser condizente com o ambiente de trabalho. Empresas de comércio, de prestação de serviços e indústrias demandam diferentes tipos de uniformes. Isso porque, a vestimenta dos funcionários terá a função de auxilia-los a realizar as suas tarefas diárias, além de estar diretamente ligado à sua segurança e desempenho.

Também é importante pensar na região onde o trabalhador ficará instalado durante sua jornada de trabalho. Ambientes quentes e frios pedem tipos de uniformes diferentes, que devem proporcionar conforto em todas as ocasiões.


Dica número 4 – Verifique quais serão os funcionários que vão usar uniforme


Muitas empresas optam por solicitar uniformes personalizados de acordo com o cargo/função ocupado. Dessa forma, fica mais fácil de identificar quais são os funcionários de cada área ou setor.

A diferenciação dos uniformes também pode ser realizada de acordo com os níveis hierárquicos. Essa definição deve ficar a critério da empresa.


Dica número 5 – Veja se existe a necessidade de pedir tamanhos especiais


Por último, mas não menos importante, caso você tenha funcionários que precisem de uniformes em tamanho especial, é necessário escolher uma empresa de confecção de uniformes que seja capaz de atender essa demanda.

Vale lembrar que as funcionárias grávidas também precisam de uniformes adequados, mesmo que seja por um curto período de tempo.

Por fim, é aconselhável que as empresas renovem os estoques de uniformes de seus funcionários pelo menos uma vez ao ano, de forma a manter a qualidade e o conforto das peças. Afinal, as fibras dos tecidos acabam se desgastando, ainda mais pelo fato de serem usadas e lavadas com tanta frequência.


Uniformes personalizados para empresas: dicas de como fazer o seu


Agora que você já sabe que adotar o uso do uniforme traz uma imagem de profissionalismo e de seriedade para o seu negócio, é hora de pensar em como fazer o seu.


E para isso é necessário pensar em alguns fatores. Confira abaixo quais são eles.

· Necessidade da empresa: antes de fazer a escolha do modelo de uniforme que a sua empresa usará, é essencial pensar em qual é a sua necessidade. E para saber qual é a necessidade do uniforme basta pensar qual é o segmento da sua empresa. Por exemplo: os uniformes dos funcionários de um restaurante serão diferentes dos uniformes dos funcionários que trabalham no ramo de construção civil.


Depois de pensar sobre a necessidade da sua empresa você já estará pronto para dar os próximos passos e escolher os modelos, cores e o tipo de tecido.

Veja algumas dicas que separamos abaixo para te ajudar nessas escolhas.


· Modelo: essa é a primeira escolha a se fazer, afinal, é a partir do modelo do uniforme que você irá escolher as cores e o tecido. Nesse momento você deve pensar em qual modelo é o mais adequado para que os funcionários consigam realizar as suas funções de maneira confortável e segura.


· Cor: Após a escolha do modelo, vem a escolha da cor. O aconselhável é sempre optar por cores neutras, que não sejam exageradas ou muito chamativas.


· Tecido: Por fim, o tecido é a escolha principal, já que é ele que dará a qualidade e o conforto do uniforme. Na hora de pensar no tipo de tecido não se esqueça de analisar o ambiente de trabalho, o clima e o tipo de trabalho que será executado pelo profissional uniformizado.


Mas como estamos no Brasil, é sempre recomendado optar por tecidos mais leves e frescos, já que a temperatura aqui não costuma alcançar níveis muito baixos.

Seguindo essas orientações, com certeza você conseguirá criar um uniforme adequado para o seu negócio.


Confecção de uniformes para empresas: Tudo que você precisa saber


Os uniformes personalizados para empresas hoje têm um significado muito maior do que podemos mensurar. A expressão “vestir a camisa da empresa” não é tão conhecida à toa, isso porque, ao vestir a camisa da empresa o funcionário se torna uma referência onde quer que vá.


Além disso, vestir a camisa da empresa pode contribuir significativamente no entendimento do funcionário sobre o seu valor dentro da empresa em que trabalha. Ao se sentir parte de um todo, é possível compreender a importância de suas funções de uma maneira melhor.


Quando pensamos mais a fundo nesse termo, podemos verificar a importância de se vestir um uniforme, de “vestir a camisa da firma”, de se esforçar para dar o seu melhor e contribuir para o crescimento do negócio, bem como para o seu crescimento individual. Esse termo com certeza deveria ser mais abordado dentro das organizações, afinal, ele traz uma analogia perfeita e muito adequada para o mundo dos negócios.


Loja de uniformes profissionais


O uniforme da empresa tem a função essencial de passar uma imagem de profissionalismo. Atualmente, muitas marcas já são reconhecidas devido ao uso dos uniformes pelos funcionários, que acabam divulgando a logo do negócio durante o trajeto ao trabalho, bem como enquanto realiza as suas funções durante o dia.


Sabendo da importância que o uniforme tem, é essencial que você escolha uma loja de uniformes profissionais que trabalhe com materiais de qualidade e que possa entregar peças que supram as necessidades da empresa.


Como foi dito anteriormente, muitas questões devem ser avaliadas na hora da confecção de uniformes para empresa: a qualidade, o conforto, a flexibilidade necessária para se realizar o trabalho da melhor forma possível, o clima, o ambiente organizacional, e até mesmo a imagem que a empresa desejam passar dentro e fora da empresa.


E por fim, mesmo que a empresa escolha não usar uniformes, fazer uma reflexão sobre estas questões já é um grande passo, visto que trabalhar a ideia de “vestir a camisa da empresa” gera uma relação de confiança, uma sensação de pertencimento, e um maior nível de comprometimento entre os funcionários.




43 visualizações0 comentário
WhatsApp_Icon.png